Abraçar o mundo

Recentemente tenho vivido muitas situações tragicômicas, porém nada se compara a uma em específico.

Eis que me envolvo em um projeto com potencial grandiosíssimo, juntamente de outros dois companheiros. Fico encarregado de desenvolver determinada tarefa, porém começo a sentir que a máquina não está bem azeitada, o que acaba travando o processo, os dias passam, e aquela suspeita que morava no fundo de minha alma começa a ganhar força, até virar uma espécie de mordaça, ou uma daquelas coisinhas de prender gente no pé da mesa (foto).

Mania de grandeza é complicado de lidar, afinal ninguém consegue abraçar o mundo inteiro. Poxa, desde cedo me ensinaram que é com calma que se chega longe, e a vida me ensinou que a especialização é uma boa forma de se dar inicio a determinado tipo de atividade.

Ah, bom dia.

 

Escrito ao som de: DK Country 2 – Bramble Blast e o som dos carros passando na rua

link: https://www.youtube.com/watch?v=73n7HTcmb5g&ab_channel=MechaSoul

 

Autor: smokeinairplanes

Sonhador, longe de casa, 24 anos, degustando as ilusões da vida adulta à seco.

Uma consideração sobre “Abraçar o mundo”

  1. Seu texto me fez lembrar do conceito de prudência, que acaba por envolver um pouco de humildade. É conseguir enxergar o que deve ser feito e ter a humildade de saber se está apto ou não para fazê-lo. E agir em prol disso, seja abrindo espaço para que alguém capacitado faça ou fazendo você mesmo, caso esteja apto. É uma das virtudes mais difíceis de desenvolver.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: